Por que focar no marketing de conteúdo baseado em Smart Data?

Por que focar no marketing de conteúdo baseado em Smart Data?
cropped-favicon.png

Desbrava

Compartilhe nas Redes Sociais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Marketing de conteúdo é a chave para uma estratégia de marketing de sucesso. Tudo bem, isso não é novidade. Mas, ultimamente, uma alavanca adicional permite que a estratégia de conteúdo abra todas as portas para o sucesso: são os dados.

Considerados por alguns como o “petróleo do século 21”, os dados são um recurso com possibilidades inesgotáveis que geram oportunidades reais. Na estratégia de conteúdo, a utilização de dados permitirá atingir objetivos específicos, produzir conteúdo personalizado, desenvolver o conhecimento do cliente e melhorar a experiência entregue. Mas para conseguir isso, ainda é necessário mudar com sucesso de Big Data para Smart Data e não minimizar o papel das pessoas em sua estratégia.

Então, como você usa os dados de maneira eficaz em sua estratégia de conteúdo? A Desbrava vai te dar alguns conselhos.

1- Estruture uma estratégia “baseada em dados”

Antes de integrar dados em sua estratégia de marketing de conteúdo, é essencial perceber um elemento essencial: o valor dos dados.

Em 2021, não haverá mais a questão de sucumbir à coleta massiva de dados. O Big Data deve deixar mais espaço para o Smart Data, cujo objetivo é focar na coleta, análise e utilização de dados relevantes e de alto valor agregado.

Esses dados de alto valor agregado podem ser o fio condutor de uma estratégia de conteúdo “orientada por dados”. Mas para colocá-lo em prática, você ainda precisa saber onde encontrar dados relevantes. Na Desbrava, recomendamos que você:

▪️ Obtenha uma melhor compreensão do seu alvo

Sua estratégia de conteúdo deve atender às necessidades de seu público-alvo. Para entregar um conteúdo que se aproxime de suas expectativas, é essencial estudar suas preferências e experiências. No entanto, apenas 28% das empresas usam os dados que coletam diariamente. Desses dados, apenas 12% das informações disponíveis são usadas para (entre outras coisas) produzir conteúdo relevante (estudo da Forrester). Então, como isso pode ser alterado?

Em primeiro lugar, é fundamental compreender os hábitos de navegação dos internautas no seu site. Considere usar o Google Analytics e pergunte-se, por exemplo: Quais são as principais consultas mensais? Em quais palavras-chave eles são executados?

Em seguida, estude os canais que seus clientes usam diariamente, suas reações e feedbacks relacionados às experiências que você oferece.

Todos esses dados (já em sua posse) permitirão que você estabeleça uma base sólida para definir uma estratégia de conteúdo otimizada.

▪️ Use ferramentas de marketing eficazes

Para coletar dados úteis para desenvolver sua estratégia de conteúdo, a Desbrava recomenda o uso de várias ferramentas. Para encontrar ideias de palavras-chave, o Google Key Planner, UbberSuggest ou Yooda serão úteis. Eles permitirão que você aprofunde sua pesquisa nos campos semânticos a explorar. Essas ferramentas devem ser usadas continuamente, para definir, mas também para melhorar sua estratégia ao longo do tempo.

Ferramentas como o Google Trends, ou mais simplesmente uma vigilância ativa em redes sociais, irão ajudá-lo a ficar a par das tendências em seu ecossistema, as práticas de seus concorrentes ou pesquisas de usuários de internet. Graças às várias ferramentas externas e ao seu conhecimento interno do cliente, você pode estruturar uma estratégia de conteúdo baseada em dados … Em seguida, comece a criar um conteúdo notável!

2- Crie conteúdo direcionado usando dados, mas sem esquecer o fator humano

Uma vez que os dados, de alto valor agregado, tenham sido coletados e analisados, é hora de operar. Você conhece seus hábitos de navegação e tem as primeiras ideias de campos semânticos a explorar. Mas como você cria conteúdo relevante a partir disso?

Uma estratégia baseada em dados deve permitir que você crie conteúdo direcionado adaptado ao seu destino. Pense sobre:

▪️ Priorizando a qualidade sobre a quantidade

Uma estratégia de conteúdo relevante é baseada em um princípio: entregar o conteúdo certo, no momento certo, para a pessoa certa e através do canal certo.

Para ter certeza disso, não há necessidade de multiplicar o conteúdo do canal. Você deve concentrar seus esforços na produção de textos, vídeos ou outros formatos de qualidade.

A ideia é se tornar o Top of Mind na mente do seu público-alvo. Para adotar essa postura de especialista e desenvolver o reconhecimento de um público, a qualidade do conteúdo deve ter precedência sobre a quantidade.

▪️Vários formatos

Optar por uma estratégia de conteúdo que privilegia a qualidade em detrimento da quantidade não significa que você tenha que restringir os meios de expressão da marca. Dependendo das preferências de seu alvo analisadas pelos dados, considere inovar variando os formatos.

Na Desbrava, apoiamos as empresas neste sentido. O Smart Data permite, assim, recusar conteúdos em diversos formatos: landing pages, artigos de blogs, newsletters, podcasts, vídeos, white papers, infográficos etc. O objetivo é aproximar a empresa do consumidor, graças ao conteúdo personalizado e se possível interativo.

▪️ Colocando as pessoas de volta no centro do marketing de conteúdo

Se os dados podem representar a cabeça de uma estratégia de conteúdo … O coração, por sua vez, deve permanecer humano. Querer agradar os buscadores e melhorar o seu SEO graças ao conteúdo é importante, mas não pode perder de vista a sua prioridade: informar, seduzir ou mesmo convencer potenciais consumidores.

Para colocar as pessoas de volta no centro de sua estratégia, torne seu conteúdo editorial fluido, simples e acessível. Considere o uso de recursos visuais que identificam ou se conectam com os consumidores. Fotos reais, entrevistas de equipes e análises de clientes são algumas possibilidades. Existem muitas oportunidades, mas o objetivo continua o mesmo: pensar H to H (Human to Human) antes mesmo de pensar em dados, B2C ou B2B!

3- Mensure, analise … Então comece de novo!

O papel dos dados se estende a todas as etapas da jornada, em termos de Marketing de Conteúdo. Analisar comportamento, encontrar tópicos, durante a produção para trazer credibilidade e autoridade com figuras-chave. Mas também depois que o conteúdo foi veiculado!

Para medir os efeitos de sua estratégia de conteúdo, considere definir e monitorar KPIs específicos. Recomendamos analisar, por exemplo:

  • Tráfego para o seu conteúdo
  • Compartilhando nas redes sociais
  • A taxa de cliques
  • Tempo de consulta
  • A taxa de rejeição
  • A jornada do leitor (páginas de entrada e saída)
  • O número de comentários / interações geradas
  • A taxa de conversão
  • O número de leads, downloads ou vendas

Rastrear e analisar esses KPIs permitirá que você otimize continuamente sua estratégia de marketing de conteúdo. Você será então capaz de identificar o conteúdo de melhor desempenho, os tipos de formatos que mais atraem (daí a utilidade de variar), aqueles que podem ser melhorados …

Graças a todos esses KPIs e às conclusões que podem ser tiradas no pós-lançamento, você aperfeiçoará sua postura orientada a dados.

Defina uma estratégia de conteúdo baseada em dados … Aqui está sua meta para 2021!

Para analisar o comportamento do seu público-alvo, encontre temas relevantes, crie mensagens eficazes e depois meça o sucesso de cada conteúdo: os dados são a chave ao longo da jornada!

Conheca-a-nossa-Ferramenta-de-Monitoramento-de-Redes-Sociais

Teste gratuitamente por 30 dias:

Desbrave as possibilidades com a gente, faça parte da Desbrava Data.